Moscovo quer construir autoestrada em cima de aterro nuclear

Moscovo quer construir autoestrada em cima de aterro nuclear
Direitos de autor AFP
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Ativistas denunciam riscos de radiação de resíduos de urânio e rádio.

PUBLICIDADE

Se tudo correr como previsto, muito em breve vai nascer uma autoestrada de oito faixas numa das extremidades da cidade de Moscovo. Só que há um problema: o projeto assenta sobre um aterro de lixo nuclear.

Andrei Ozharovsky, físico nuclear, explica-nos que "centenas de milhares de toneladas de resíduos foram aqui enterrados, incluindo de urânio, rádio e tório".

Do outro lado da encosta encontram-se blocos de apartamentos. Se houver obras que desloquem as terras desta velha lixeira nuclear da era soviética, a situação pode tornar-se catastrófica.

A infraestrutura planeada para descongestionar o centro da capital russa terá 28 quilómetros de comprimento.

O estudo de impacto ambiental não identificou problemas significativos. Vários residentes e ativistas questionam a validade e instalaram uma carrinha no local para ir medindo, a par e passo, a quantidade de partículas perigosas no ar.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Protesto contra autoestrada em França

Central elétrica a carvão na Alemanha reabriu debaixo de protestos

Mãe de Navalny já viu o corpo do filho e diz estar a ser pressionada para aceitar funeral "secreto"