Mercados reagem a medidas de estímulo

Mercados reagem a medidas de estímulo
Direitos de autor The Associated Press
De  Bruno Sousa
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Bolsas em alta depois da criação de fundo europeu e do corte das taxas de juro do Banco de Inglaterra

PUBLICIDADE

As principais bolsas europeias abriram esta quarta-feira em alta, estimuladas pelas medidas anunciadas para contrariar o impacto negativo do surto de coronavírus na economia. Frankfurt, Paris, Madrid e Lisboa registaram valorizações superiores a dois por cento, enquanto o preço do barril de petróleo estabilizou depois de uma queda de 25% no início da semana.

A tendência de subida nas praças europeias surge na sequência do anúncio da União Europeia de criar um fundo de investimento de 25 mil milhões de euros para combater a epidemia e da decisão do Banco de Inglaterra de cortar a taxa de juro de referência em meio ponto percentual, seguindo os exemplos da Reserva Federal norte-americana e do Banco do Canadá. Está agora em 0,25%, um mínimo histórico.

Esta quinta-feira espera-se que o Banco Central Europeu apresente também um pacote de medidas de estímulo à economia.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

BCE mantém taxas de juro inalteradas

WeWork pede proteção contra falência

Banco de Inglaterra mantém taxa de juro inalterada