Última hora
This content is not available in your region

Covid-19 não assusta Portugal

euronews_icons_loading
Conferência de imprensa de Marta Temido e Graça Freitas
Conferência de imprensa de Marta Temido e Graça Freitas   -   Direitos de autor  JOSÉ SENA GOULÃO/ 2020 LUSA - Agência de Notícias de Portugal, S.A.
Tamanho do texto Aa Aa

A pandemia de covid-19 tem levado vários países a adotar medidas drásticas. Em Portugal o número de casos tem vindo a aumentar mas para as autoridades não há necessidade de entrar em pânico.

O Conselho Nacional de Saúde Pública, no entanto, admite que é preciso fazer mais para travar a propagação do vírus. De acordo com Jorge Torgal, "devem ser reforçadas as medidas de contenção, bem como os meios para a sua implementação."

Apesar do reforço das medidas, nas escolas a vida deve continuar como habitual:

"Só se justifica o encerramento, total ou parcial, de estabelecimentos de ensino públicos, privados ou sociais, de qualquer nível de ensino, por determinação expressa das autoridades de saúde."

Uma posição que não impediu o encerramento de várias escolas no país.

O governo português tem agido com base nas recomendações do Conselho Nacional de Saúde, que volta a reunir-se sexta-feira, e avisou que quarentena não é sinónimo de férias.