Última hora
This content is not available in your region

Grécia combate covid-19

euronews_icons_loading
Grécia combate covid-19
Direitos de autor  Yorgos Karahalis/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

Com cerca de 230 casos confirmados de pessoas com o novo coranavírus, e três mortos, o Governo grego tenta controlar a progressão da pandemia no país.

As escolas e universidades foram encerradas e as lojas e restaurantes foram obrigados a fechar as portas, ficando apenas disponível a opção de entrega ao domicílio.

"Em circunstâncias normais, os cafés no centro de Atenas estaria lotado, devido ao bom tempo e ao facto de ser fim de semana. No entanto, o medo de o COVID-19 se espalhar tem sobrecarregado as pessoas. As lojas estão encerradas após a decisão do Governo, adotada na esperança de evitar a propagação do novo coronavírus", relata o jornalista da euronews Ioannis Karagiorgas.

São poucas as pessoas que se aventuram nas ruas de Atenas. A maioria das pessoas está receosa, outras nem tanto.

"As pessoas estão a enlouquecer. Creio que a taxa de mortalidade é muito baixa. Penso que é de 0,5%, é praticamente igual ao H1N1, por isso não tenho medo", refere um turista brasileiro.

Outra turista búlgara contou que Atenas"parece uma cidade fantasma neste momento, mas não estamos com medo. As pessoas estão em pânico"

"Não temos de ficar em casa 24 horas por dia, mas temos de evitar todos os eventos com grandes multidões", referiu um ateniense.

O Governo de Atenas proibiu, também, todos os voos provenientes de Itália e a partir deste domingo, os transportes públicos só podem circular com metade da capacidade permitida.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.