Última hora
This content is not available in your region

Espanha prolonga “estado de emergência”

euronews_icons_loading
Espanha prolonga “estado de emergência”
Direitos de autor  AP
Tamanho do texto Aa Aa

O governo espanhol pediu autorização ao parlamento para prolongar por mais 15 dias o “estado de emergência” no país. A medida, que terminava no próximo sábado, vai estar em vigor até 11 de abril.

Através de uma vídeo-conferência, o chefe do governo espanhol anunciou a decisão aos presidentes das comunidades autónomas.

Pedro Sánchez explicou que estão a ser seguidas todas as recomendações das autoridades de saúde. Afirmou que é essencial vencer o vírus e continuar a antecipar o seu comportamento. Diz ter consciência de que esta é uma das medidas mais drásticas a ser tomada, que é muito desconfortável ficar em casa e que se trata de uma situação que afeta todas as pessoas. No entanto, Sanchez lembrou que os especialistas concordam que é uma medida eficaz na luta contra o coronavírus.

Em Espanha, há mais de 28 mil infetados e 1725 mortos. Nas últimas 24 horas morreram quase 400 pessoas.

Madrid continua a ser a região mais afetada, com cerca de 70% dos casos. Os pavilhões da Feira Internacional da capital espanhola foram transformados em hospital de campanha e estão preparados para receber milhares de doentes.