Última hora
This content is not available in your region

Covid-19: Espanha sofre recorde diário e aproxima-se dos 5.000 mortos

euronews_icons_loading
Covid-19: Espanha sofre recorde diário e aproxima-se dos 5.000 mortos
Direitos de autor  Felipe Dana/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved.
Tamanho do texto Aa Aa

Espanha bateu o trágico recorde diário de mortos associados à Covid-19 ao registar mais 769 na noite de quinta-feira face à atualização de quarta-feira, soma 4.858 e aproxima-se agora dos quase 5.000 mortos devido a esta pandemia.

Só a província de Madrid, a mais afetada e onde os hospitais estão saturados de pacientes, sofreu mais de 320 mortos num só dia. Na Catalunha somaram-se mais 208 à trágica lista de óbitos em Espanha.

O governo espanhol divulgou a evolução da crise na manhã desta sexta-feira, ressalvando por outro lado o abrandamento de novos casos pelo segundo dia consecutivo e o facto de as pessoas recuperadas serem 9.357, quase o dobro dos óbitos.

"Hoje foram registados 7 871 novos casos de infeção, subindo o total para 64 059. A subida de hoje foi mais fraca do que nos últimos dias. Houve uma subida de 14%. Isto significa que estamos a manter esta tendência que vimos nos dias anteriores de abrandamento da subida dos novos casos. O número de hoje de casos é o mais baixo dos últimos 15 dias", afirmou Fernando Simón, Coordenador de Emergências do Ministério espanhol da Saúde.

Nos hospitais falta material de proteção para médicos, enfermeiros e auxiliares. Um em cada oito casos de infeção em Espanha corresponde a um profissional de saúde. O Governo espanhol quer agora contratar pelo menos 200 profissionais estrangeiros que já vivam em Espanha.

Entretanto, continuam os trabalhos de desinfeção de espaços e equipamentos públicos.