Última hora
This content is not available in your region

"Pandemia está a acelerar", alerta OMS

euronews_icons_loading
"Pandemia está a acelerar", alerta OMS
Direitos de autor  ELISEO TRIGO/EPA
Tamanho do texto Aa Aa

A Pandemia está a acelerar mas ainda é possível travar a trajetória do surto.

A mensagem foi enviada, esta segunda-feira, pela Organização Mundial de Saúde, numa altura em que em todo o mundo há mais de 341 mil infetados e mais de 15 mil vítimas mortais da Covid-19.

O diretor-geral da OMS sublinhou que "não somos espetadores indefesos e que o mais importante, neste momento, é ajudar as pessoas mais vulneráveis”. Tedros Ghebreyesus acredita que é possível mudar o rumo desta pandemia.

A Organização Mundial de Saúde pede o fim de todos os conflitos miliares e a ajuda aos deslocados de guerra.

O pedido é partilhado pelo secretário-geral das Nações Unidas.

António Guterres defende um cessar-fogo global imediato em todo o mundo e diz que “chegou a hora de colocar em isolamento os conflitos armados e de lutarmos juntos pelas nossas vidas". Pediu a todos os lados dos conflitos para acabarem com as hostilidades, colocarem de lado a desconfiança e levarem esperança aos lugares onde estão os mais desprotegidos.

Guterres sublinhou que os refugiados e deslocados são, neste momento, duplamente vulneráveis e que nos países devastados pela guerra os sistemas de saúde colapsaram e os poucos profissionais de saúde são, muitas vezes, um alvo.