Bruxelas denuncia quantidade "chocante" de falsos medicamentos na internet

Bruxelas denuncia quantidade "chocante" de falsos medicamentos na internet
Direitos de autor DKDR
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A presidente da Comissão Europeia revelou que o número de tratamentos e produtos médicos falsos à venda na internet tem crescido.

PUBLICIDADE

Nas últimas semanas, a Europol apreendeu mais de 4,4 milhões de unidades de produtos farmacêuticos ilícitos, deteve 121 pessoas e desmantelou 37 grupos de crime organizado.

Numa declaração em vídeo, a presidente da Comissão Europeia (CE), Ursula von der Leyen, revelou que"a quantidade de cibercrimes na União Europeia aumentou e o número de falsos medicamentos, sprays desinfetantes e tratamentos milagrosos à venda na internet é chocante". 

De acordo com a líder da CE, os produtos médicos que mais se veem à venda são "máscaras cirúrgicas contrafeitas". 

Numa luta contra fontes de informação pouco fiáveis, Von der Leyen quis deixar ainda a garantia de que "se uma vacina contra o coronavírus for desenvolvida, será anunciada pelos governos e instituições públicas" competentes.

A operação da Europol decorreu entre 3 e 10 de março e abrangeu 90 países em todo o mundo.

De forma a "resolver o problema e manter as pessoas seguras", a responsável pela Comissão asegura estar a trabalhar "com os governos nacionais e as agências da União Europeia".

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Bulgária aposta na produção de máscaras

COVID-19: Governo francês requisita todas as máscaras

Corrida às máscaras de proteção contra o coronavírus