Última hora
This content is not available in your region

Bruxelas denuncia quantidade "chocante" de falsos medicamentos na internet

euronews_icons_loading
Bruxelas denuncia quantidade "chocante" de falsos medicamentos na internet
Direitos de autor  DKDR
Tamanho do texto Aa Aa

Nas últimas semanas, a Europol apreendeu mais de 4,4 milhões de unidades de produtos farmacêuticos ilícitos, deteve 121 pessoas e desmantelou 37 grupos de crime organizado.

Numa declaração em vídeo, a presidente da Comissão Europeia (CE), Ursula von der Leyen, revelou que"a quantidade de cibercrimes na União Europeia aumentou e o número de falsos medicamentos, sprays desinfetantes e tratamentos milagrosos à venda na internet é chocante".

De acordo com a líder da CE, os produtos médicos que mais se veem à venda são "máscaras cirúrgicas contrafeitas".

Numa luta contra fontes de informação pouco fiáveis, Von der Leyen quis deixar ainda a garantia de que "se uma vacina contra o coronavírus for desenvolvida, será anunciada pelos governos e instituições públicas" competentes.

A operação da Europol decorreu entre 3 e 10 de março e abrangeu 90 países em todo o mundo.

De forma a "resolver o problema e manter as pessoas seguras", a responsável pela Comissão asegura estar a trabalhar "com os governos nacionais e as agências da União Europeia".