Última hora
This content is not available in your region

Espanha e Itália registam decréscimo de novos casos

euronews_icons_loading
APTOPIX Virus Outbreak Spain
APTOPIX Virus Outbreak Spain   -   Direitos de autor  Olmo Calvo/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved.
Tamanho do texto Aa Aa

A Itália registou 756 mortos em 24 horas, um decréscimo em relação às 889 mortes registadas no sábado.

Segundo os últimos dados avançados pela protecção civil italina, este domingo, foram confirmados mais 3.815 novos casos de infecção.

No total, já morreram 10 700 pessoas. O número de recuperados da Covid-19 continua a subir. Já são mais de 13 mil desde o início da pandemia.

Para Luca Richeldi, pneumologista da Universidade de Modena, as medidas de contenção impostas no pais estão a fazer efeito e é preciso lembrar que o comportamento dos cidadãos pode salvar vidas

Itália e Espanha são responsáveis por mais da metade do número de mortes no mundo.

Depois de registar 838 mortes este domingo, um recorde de mortes diárias pelo segundo dia consecutivo, Espanha encerra a partir desta segunda-feira e até 9 de abril todos os setores económicos considerados não essenciais.

Os trabalhadores que não pertençam a estes setores vão ficar em casa e receber o salário por inteiro.O chefe do governo espanhol acredita que esta medida vai tirar pressão às unidades de cuidados intensivos.

O Reino Unido colocou todo o país em estado de emergência, a primeira vez desde a Segunda Guerra Mundial.

A assessora do governo britânico para a Saúde disse este domingo que o pais pode demorar mais de seis meses a voltar à normalidade.

A partir de agora, as medidas de contenção colocadas em prática para travar o coronavírus vão ser avaliadas a cada três semanas.