EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Trump e Xi Jinping em "constante comunicação"

Trump e Xi Jinping em "constante comunicação"
Direitos de autor Brian A. Pounds/Connecticut Post
Direitos de autor Brian A. Pounds/Connecticut Post
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O presidente dos Estados Unidos declarou estar em constante comunicação com o homólogo da China. Trump afirmou que falam não tanto sobre os números mas sim em relação como o país de Xi Jinping age e está a agir.

PUBLICIDADE

No dia em que nos Estados Unidos ultrapassaram os 200 mil contágios e já perto dos cinco mil mortos, o Presidente norte-americano enfrentou questões sobre os números que a China apresenta sobre casos e fatalidades.

"Os números que vemos parecem ser um pouco o lado suave. E estou a ser simpático em relação ao que temos visto e ao que foi anunciado. Mas debatemos isso, falei com o Presidente Xi, não tanto os números mas cim como agiram e estão a fazer. E nós estamos em constante comunicação. Ou seja, diria que estamos em constante comunicação, eu e o Presidente Xi, as relações são muito boas”, declarou Trump.

A China anunciou oficialmente apenas 82 mil casos e 3300 mortos, de acordo com os dados compilados pela Universidade americana John Hopkins.

Um contraste grande com outras nações, tendo em conta os mais mil milhões de habitantes que o país contabiliza.

Entretanto na Florida, o governador Ron De Santis, decretou a ordem de confinamento. 30 dias em casa para cerca de 21 milhões de pessoas. O Estado registou uma subida a pique de casos. Já vão em mais de 7000.

O presidente Trump resiste em decretar medidas de exceção idênticas a nível nacional. Diz que cabe a cada governador decidir para quetenham mais flexibilidade no combate à peste dos tempos modernos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

População da China diminui pelo segundo ano consecutivo

Rishi Sunak pede desculpa aos familiares das vítimas da Covid-19

Rei da Suécia entrega os Prémios Nobel de 2023