Última hora
This content is not available in your region

Isabel II faz discurso sobre coronavírus

euronews_icons_loading
Isabel II faz discurso sobre coronavírus
Direitos de autor  Kirsty Wigglesworth/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

Num raro discurso à nação, a rainha Isabel II vai apelar esta noite aos britânicos para demonstrarem disciplina e determinação face à pandemia de coronavírus.

A monarca de 93 anos deverá reconhecer o sofrimento de um grande número de famílias afetadas pela crise da Covid-19, que já infetou mais de 42.000 pessoas e fez mais de 4300 mortos no Reino Unido.

A rainha difunde anualmente uma mensagem de Natal, mas só fez intervenções como a de hoje em três ocasiões prévias: na altura da primeira Guerra do Golfo, em 1991, antes do funeral da princesa Diana de Gales, em 1997, e depois da morte da Rainha Mãe, em 2002.

Espera-se que, na alocução televisiva que será difundida ao início da noite, Isabel II felicite os esforços de todos os membros do Serviço Nacional de Saúde, bem como de outros serviços essenciais britânicos, assim como os cerca de 750.000 voluntários que se ofereceram para ajudar os mais vulneráveis no país.

A intervenção da rainha tem lugar uma semana depois do filho, o príncipe de Gales, ter saído de um isolamento auto-imposto, depois de ter sido diagnosticado com um caso ligeiro de coronavírus.

O herdeiro do trono, de 71 anos, inaugurou esta sexta-feira, por videoconferência, um novo hospital em Londres.