Última hora
This content is not available in your region

Cidades francesas tornam máscara obrigatória

euronews_icons_loading
Cidades francesas tornam máscara obrigatória
Direitos de autor  THOMAS COEX/AFP or licensors
Tamanho do texto Aa Aa

Alguns usam máscaras homologadas, outros socorrem-se do engenho para fazer máscaras caseiras e tudo serve: T-shirts, panos ou simplesmente um cachecol a tapar a boca e o nariz. Em Sceaux, localidade dos arredores de Paris, ninguém sai de casa sem tapar as vias respiratórias, depois do decreto da Câmara a tornar o porte da máscara obrigatório.

Diz o presedente da Câmara, Philippe Laurent: "Acredito que o Estado poderia ter feito uma regra a obrigar toda a gente a tapar o nariz e a boca quando sai. Assim não haveria diferenças entre as regras dos vários municípios. Como o Estado não fez nada, considero ser meu dever, como autarca, fazê-lo".

Nem todos estão de acordo com a medida e a Liga dos Direitos Humanos já apresentou queixa ao tribunal, que vai decidir esta semana se o município tem ou não o direito de fazer este decreto.

Mas a população parece aceitar bem a medida, mesmo se é difícil encontrar as verdadeiras máscaras. Diz Marie-Annick, residente em Sceaux: É uma boa medida, mas neste momento não temos maneira de a aplicar. Sim, pus a minha echarpe a fazer de máscara, mas não serve de nada. É só para evitar a multa".

A obrigatoriedade da máscara foi também decidida em Nice, no Sul de França. A cidade de Cannes prepara-se também para instituir a medida e vai equipar todos os munícipes com máscaras fabricadas localmente.