Última hora
This content is not available in your region

Sexta-feira Santa celebrada (quase) sem fiéis

euronews_icons_loading
Sexta-feira Santa celebrada (quase) sem fiéis
Direitos de autor  FASSBENDER / AFP
Tamanho do texto Aa Aa

Foi numa Basílica de São Pedro despojada de fiéis que o Papa Francisco assistiu à celebração de uma Sexta-feira Santa diferente de todas as outras.

Em Paris, numa Catedral de Notre-Dame ainda parcialmente destruída, o Arcebispo Michel Aupetit ouviu a música de Bach trazida pelo violinista Renaud Capuçon.

Noutro registo muito diverso, na localidade espanhola de Calanda, os habitantes tocaram os típicos tambores que costumam atravessar as ruas por esta altura. Mas desta vez foi cada um na sua varanda ou janela.

Em Dusseldorf, na Alemanha, organizou-se uma missa em forma de drive-in, num cinema ao ar livre, com vários condutores a acompanharem a cerimónia dentro do próprio carro.

"É uma forma diferente de estarmos ligados uns aos outros", dizia-nos um dos participantes.