Última hora
This content is not available in your region

EUA tornam-se no país mais atingido pela Covid-19

euronews_icons_loading
EUA tornam-se no país mais atingido pela Covid-19
Direitos de autor  John Minchillo/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved.
Tamanho do texto Aa Aa

Era um caminho já anunciado: os Estados Unidos ultrapassaram a Itália no balanço de vítimas mortais do novo coronavírus, contando agora mais de 19700 mortos, de acordo com os números avançados pela Universidade John Hokpkins, e cerca de meio milhão de casos de infeção.

Já foi anunciado que todas as escolas públicas de Nova Iorque ficarão encerradas até ao final do ano letivo, decisão que o presidente da Câmara, Bill de Blasio, tomou depois de se reunir com o conselheiro da Casa Branca, Anthony Fauci. Foi também divulgada a medida de transferir para hotéis cerca de 6 mil pessoas que se encontram em refúgios para sem-abrigo.

Aliás, as contagens neste país não param de bater recordes, tendo sido também aqui que se passou a registar, pela primeira vez, mais de 2 mil mortos num só dia. O Estado de Nova Iorque é, de longe, o mais afetado, representando cerca de metade dos casos de contágio.

O contexto está igualmente a agravar-se na região do Midwest, o centro-oeste do país. Foram detetados dezenas de casos no interior de lares no Indiana e no Iowa. Chicago está a montar uma morgue improvisada para acolher mais de 2 mil cadáveres.