Setor do petróleo ainda sem acordo

Setor do petróleo ainda sem acordo
Direitos de autor -/AFP
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O México, que recusava os cortes na produção de petróleo, desbloqueou o impasse. Mas ainda não foram anunciadas medidas face à queda massiva na procura.

PUBLICIDADE

Multiplicam-se as incertezas sobre o que vai afinal acontecer no setor petrolífero. A reunião dos países do G20 não se traduziu em medidas específicas.

A semana terminou com a perspetiva de um acordo da OPEP no horizonte, que previa um corte da produção de 10 milhões de barris de petróleo por dia entre maio e junho.

Isto depois de o México, que não quer baixar radicalmente a sua quota, ter desbloqueado o impasse, perante um compromisso com os Estados Unidos. Ao que tudo indica, Washington vai absorver parte da redução inicialmente prevista para os mexicanos (400 mil barris/dia).

No entanto, o comunicado final após a longa reunião virtual dos ministros da Energia do G20, organizada pela Arábia Saudita, nesta sexta-feira, fala apenas na pretensão de "um trabalho em conjunto num espírito de solidariedade".

De fora ficaram as medidas exatas a tomar para tentar estabilizar o mercado petrolífero.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Corrupção: Rubiales será detido quando voltar a Espanha em abril. "Responderei a tudo", garante

Rubiales investigado sobre contratos da Supertaça na Arábia Saudita

Principais intervenientes do sector das viagens reúnem-se na ITB Berlin 2024