Última hora
This content is not available in your region

Papa apela ao aliviar de sanções internacionais

euronews_icons_loading
Papa apela ao aliviar de sanções internacionais
Direitos de autor  Andreas Solaro/Pool Photo via AP
Tamanho do texto Aa Aa

Uma benção "Urbi et Orbi" numa Basílica de São Pedro estranhamente vazia: a tradicional mensagem de Páscoa do Papa Francisco ficou marcada pelo isolamento imposto pela pandemia de coronavírus, contrastando com a aclamação dos 70.000 fiéis que vieram pela mesma ocasião, em 2019, ouvir em direto as palavras du sumo pontífice.

O Papa lembrou as vítimas da covid-19 e voltou a lançar um apelo por um cessar-fogo em todas as áreas de conflito e pelo levantamento provisórios de sanções:

"Face às circunstâncias atuais, que sejam aliviadas as sanções internacionais, porque tornam difícil, para os países sobre os quais são impostas, apoiar os seus cidadãos. Que todas as nações possam ser postas na posição de responder às principais necessidades do momento, através da redução, ou mesmo perdão, das dívidas que pesam sobre as balanças das nações mais pobres."

As celebrações da Páscoa, que coincidem normalmente com a chegada maciça de turistas a Roma e, em particular, ao Vaticano, mobilizam normalmente um forte dispositivo de segurança. Este ano, com as ruas vazias, as forças da ordem concentram-se em fazer respeitar o confinamento.