Última hora
This content is not available in your region

O anunciado colapso da hotelaria europeia

France Paris Bistros
France Paris Bistros   -   Direitos de autor  Francois Mori/AP
Tamanho do texto Aa Aa

Como em quase todo o mundo, os pequenos restaurantes tradicionais franceses estão em risco por causa da Covid-19. Vão permanecer encerrados até meados de julho. Estimam-se perdas enormes.

Proprietários e grandes chefes de cozinha enviaram uma carta aberta ao Presidente da República a alertar para o colapso dos restaurantes tradicionais.

"Senão lucramos então o negócio não vale nada e então serão os grandes investidores a comprar os negócios falidos. Espero que Paris não seja apenas uma grande cadeia de restaurantes como McDonalds ou KFC e que os atuais bistrôs continuem a existir", revela Nicolas Haag, proprietário de um pequeno restaurante parisiense.

Em França os salários no setor de hotelaria representaram mais de oito mil milhões de euros no mesmo trimestre do ano passado. Metade dos cerca de 1 milhão e 400 mil funcionários estão em risco de desemprego.

Um estudo sobre o impacto da Covid-19 na hotelaria europeia revela a expectável grande queda nas taxas de ocupação: desde os - 96% na Hungria até aos - 75% em França.

Em Itália, o setor hoteleiro gera 85 mil milhões de euros e dá trabalho a cerca de 1 milhão e 200 mil pessoas.

Em Espanha, o segmento produz receitas de 124 mil milhões de euros com mais de 1 milhão e 700 mil funcionários e representa cerca de 6% do Produto Interno Bruto, como Portugal.

Estima-se que muitas empresas entrem em falência. Para além das companhias turísticas terem perdido a época da Páscoa, em vista está também a época de verão, até porque ainda não se sabe se os estrangeiros vão poder visitar os países.