Última hora
This content is not available in your region

Regresso à "normalidade" na Europa anuncia-se para maio

euronews_icons_loading
Regresso à "normalidade" na Europa anuncia-se para maio
Direitos de autor  MICHAL CIZEK/AFP or licensors
Tamanho do texto Aa Aa

Pelo menos até junho, os restaurantes, bares e cafés vão continuar fechados em França.

O governo promete reavaliar a situação no próximo mês e anunciou um reforço das ajudas ao setor. Além do adiamento do pagamento de impostos, as pequenas empresas podem pedir um apoio do Estado de até 10 mil euros.

O ministro francês da Economia, Bruno Le Maire, diz que "é preciso abrir nas melhores condições sanitárias possíveis para tranquilizar clientes e colaboradores. Será criado um guia de boas práticas, validado e com força jurídica e que haverá uma decisão no final de maio para uma data precisa de reabertura dos cafés, restaurantes e bares".

Na Bélgica, o processo gradual de levantamento das restrições começa a 4 de maio e, numa primeira fase, será obrigatório o uso de máscaras de proteção nos transportes públicos.

As empresas sem contacto direto com o público devem continuar a privilegiar o teletrabalho e o comércio que se encontra encerrado, assim vai continuar pelo menos até 11 de maio.

Na República Checa, as restrições começam a chegar ao fim já esta segunda-feira. Os cidadãos poderão reunir-se em grupos de até 10 pessoas e os estrangeiros de outro estados da União Europeia poderão entrar no país por três dias, desde que apresentem um teste negativo recente ao novo coronavírus.

O primeiro-ministro húngaro, Viktor Orbán também já revelou que o país vai começar a diminuir as restrições de movimentos dos cidadãos a partir do próximo mês, mas ainda não anunciou medidas concretas. Disse apenas que terá de ser garantida a proteção dos mais vulneráveis e dos que vivem nas cidades.

Na Alemanha, os clubes de futebol da primeira e segunda divisões já regressaram aos treinos e aponta-se para 9 de maio o retomar das competições.

Mas o mais certo é que o resto da temporada se realize com jogos sem adeptos nas bancadas e transmitidos apenas pela televisão.