Última hora
This content is not available in your region

Reino Unido sem pressa para levantar confinamento

euronews_icons_loading
Reino Unido sem pressa para levantar confinamento
Direitos de autor  Alberto Pezzali/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

Desde março que não se registava um número de mortes diárias tão baixo no Reino Unido. Este domingo as autoridades britânicas deram conta de 413 óbitos, praticamente metade dos anunciados no dia anterior, em que o país se tornou no quinto a ultrapassar as vinte mil mortes associadas à covid-19.

Aumenta a pressão para levantar as medidas de confinamento e o governo admite que caminha nesse sentido.

Dominic Raab, que tem liderado o executivo na ausência de Boris Johnson, assegura que não será um simples regresso ao que era antes mas sim uma nova normalidade, com medidas de distanciamento social adaptadas a áreas atualmente encerradas, acrescentando que apenas se irão guiar por provas científicas.

E se o regresso à normalidade ainda não tem data prevista, o regresso de Boris Johnson à liderança do governo terá lugar já esta segunda-feira. O primeiro-ministro britânico, que começou por desvalorizar a ameaça da covid-19, regressa ao trabalho depois de ter contraído ele mesmo a doença. Terá agora de enfrentar uma onda de criticismo da oposição sobre a forma como tem lidado com a situação.