Última hora
This content is not available in your region

Zinaida Korneva já venceu os nazis e agora combate a pandemia

euronews_icons_loading
Zinaida Korneva nos tempos do Exército Vermelho e hoje, com 98 anos, e as meias para oferecer ao Capitão Tom
Zinaida Korneva nos tempos do Exército Vermelho e hoje, com 98 anos, e as meias para oferecer ao Capitão Tom   -   Direitos de autor  Cortesia Zinaida Korneva/ Dmitry Panov via AP
Tamanho do texto Aa Aa

Zinaida Korneva, de 98 anos, é veterana da II Guerra Mundial e agora voltou ao combate para ajudar como pode na luta contra a pandemia de Covid-19.

Esta heroína de guerra da Rússia, residente em São Petersburgo, antiga Leningrado nos tempos da União Soviética, inspirou-se no capitão Tom Moore, também um veterano da II Grande Guerra pelo Reino Unido, e encontrou forma de voltar ao ativo no esforço mundial de derrotar o novo coronavírus.

O britânico, que celebrou 100 anos a 30 de abril, conseguiu angariar quase 35 mil euros depois de se ter predisposto a cumprir 100 voltas ao seu jardim de 25 metros apoiado num andarilho para conseguir doações na ordem dos 1.100 euros.

A russa abriu um canal de Youtube, onde tem vindo a partilhar as suas histórias de guerra com o objetivo de conseguir angariar três milhões de rublos (quase 40 mil euros) para ajudar as famílias do pessoal médico morto na linha a frente do combate à Covid-19.

Um dos vídeos publicados por Korneva foi dirigido ao Capitão Thomas Moore, para quem tricotou um par de meias como prenda pelo centésimo aniversário do antigo camarada.

Olá, Tom! Vi a tua história. És um homem forte e um verdadeiro soldado. Juntos, derrotámos o fascismo em 1945 e agora estamos, de novo juntos, a combater este vírus.
Zinaida Korneva
Veterana russa da II Guerra Mundial

Até quinta-feira, Zinaida Korneva já havia conseguido quase vinte e cinco mil euros e o prazo da recolha acaba este sábado, dia da celebração do triunfo russo sobre os nazis.