EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Governo britânico impõe quarentena a quem chega do estrangeiro

A declaração do primeiro-ministro britânico já foi criticada como "vaga e confusa"
A declaração do primeiro-ministro britânico já foi criticada como "vaga e confusa" Direitos de autor Andrew Parsons/Associated Press
Direitos de autor Andrew Parsons/Associated Press
De  Teresa Bizarro com AP, AFP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Apenas cidadãos provenientes de França ou da República Irlanda ficam isentos do isolamento social à chegada

PUBLICIDADE

As regras para a reabertura de fronteiras no Reino Unido começam a ser definidas. Sem marcar data, o primeiro-ministro britânico anunciou a obrigação de isolamento social para quem chega do estrangeiro. "Para prevenir novas infeções do exterior, aviso agora que, em breve, quando os níveis de transmissão estiverem mais baixos, vamos impor uma quarentena a quem chega por avião," disse numa declaração em Downing Street.

O governo britânico já esclareceu que a medida se aplica também a quem entre pelas fronteiras terrestres. Existem para já duas excepções à regra: quem chega da República da Irlanda ou de França não precisa de cumprir 14 dias de isolamento social. Os restantes terão de fornecer na fronteira a morada onde vão realizar a quarentena.

O Conselho Mundial de Viagens e Turismo já veio dizer que estas medidas prejudicam a confiança dos viajantes.

Em termos de política interna, a chefe de governo da Escócia avisa que o confirnamento no país se mantém e desafia Boris Johnson a esclarecer que as medidas anunciadas esta segunda-feira se aplicam apenas a Inglaterra e não a todo o Reino Unido.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Europa levanta restrições a velocidades diferentes

Retoma da Liga Inglesa ainda não está garantida

William apareceu sem Kate na "Garden Party" de verão do Palácio de Buckingham