Última hora
This content is not available in your region

Morreu "o crocodilo de Hitler"

euronews_icons_loading
Morreu "o crocodilo de Hitler"
Direitos de autor  Московский зоопарк
Tamanho do texto Aa Aa

Com 84 anos e uma longa história para contar aos netos, se pudesse falar, morreu no jardim zoológico de Moscovo Saturno, o crocodilo resgatado na Alemanha durante a Segunda Guerra Mundial.

Os rumores diziam que Saturmo era o animal de estimação de Adolf Hitler, mas na verdade o ditador era apenas um dos muitos admiradores do animal, um crocodilo do Mississípi nascido nos Estados Unidos, levado para Berlim, onde estava no jardim zoológico quando os bombardeamentos lhe permitiram que fugisse.

Encontrado pelos soldados britânicos a vaguear pelas ruas da capital alemã, foi doado à União Soviética e viveu, desde então, uma vida pacata em Moscovo. Morreu de velhice.