Última hora
This content is not available in your region

Empresa passa dos palcos dos festivais para os palcos de casa

euronews_icons_loading
Stagekings
Stagekings   -   Direitos de autor  AP Photo
Tamanho do texto Aa Aa

Construía palcos para festivais, mas agora constrói palcos para trabalhar em casa. A empresa australiana Stagekings ficou sem encomendas há dois meses, depois da notícia da proibição de reuniões públicas, mas reconverteu-se durante o bloqueio e começou a fazer mobiliário de escritório. Recebeu 5 mil pedidos e lançou 30 produtos com base nas ideias dos clientes que podem ser personalizados.

O diretor da empresa, Jeremy Fleming lançou um apelo dizendo que tinha alguns trabalhos disponíveis e que qualquer pessoa interessada podia participar. Teve uma adesão incrível da parte de equipas de limpeza de festivais, de funcionários da Ópera de Sydney ou do Centro de Convenções Internacional.

Com esta reconversão a empresa dá trabalho a 50 equipas em 4 estados diferentes para responder à procura. Até agora, o fabrico na Austrália era mais dispendioso, mas a situação pode mudar a longo prazo devido ao impacto económico da pandemia de COVID-19.

O custo-benefício do fabrico no estrangeiro provavelmente diminuiu devido à situação económica em torno do coronavírus diz Tim Harcourt, da Universidade de Nova Gales do Sul. Acredita que o custo da mão de obra local não será tão elevado como as pessoas pensam e que que há um sentimento de comunidade. Um sentimento nacional nas pessoas que empregam compatriotas australianos.

A empresa conseguiu doar quase 30 mil euros à causa da "Support Act" que ajuda o setor dos eventos a lidar com a crise sanitária e tenta dar alguma estabilidade a membros da indústria musical que agora pisam num palco incerto.

2 months of IsoKing…update This past weekend marks 2 months since we received the news of the ban on public...

Publiée par Stagekings Australia sur Mardi 26 mai 2020