Vigílias em memória de George Floyd

Vigílias em memória de George Floyd
Direitos de autor MTI/EPA/Jason Szenes
De  Patricia Tavares
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Países unem-se em torno da justiça racial.

PUBLICIDADE

As vigílias juntam-se aos protestos em memória de George Floyd, assassinado em Minneapolis, nos Estados Unidos.

Dezenas de pessoas reuniram-se em frente à residência oficial do presidente da câmara de Nova Iorque, Bill de Blasio foi vaiado pelos manifestantes que pedem justiça racial.

Os atos simbólicos multiplicam-se em vários outros países, como no México. Pessoas vestidas de negro uniram-se em torno da causa, numa forma de protesto e ao mesmo tempo de homenagem a George Floyd.

As homenagens tiveram lugar no dia do funeral de George Floyd e Barcelona também fez questão de participar. Mais de mil pessoas reuniram-se na quinta-feira na cidade espanhola, para uma vigília onde se ouviu um discurso se Martin Luther King Jr. e um silêncio de oito minutos - em memória do afro-americano que morreu nas mãos da polícia.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Juiz condena Trump a pagar 355 milhões de dólares por ter mentido sobre a sua fortuna

Será que a Alemanha pode ser neutra em relação à guerra de Gaza?

Duas manifestações completamente opostas tomam as ruas de Lisboa