Última hora
This content is not available in your region

Libertado jornalista russo que tinha sido preso por protesto solitário

euronews_icons_loading
Libertado jornalista russo que tinha sido preso por protesto solitário
Direitos de autor  AP Photo
Tamanho do texto Aa Aa

Foi libertado o jornalista russo Ilya Azar, condenado a 10 dias de prisão por ter promovido um protesto solitário contra a detenção de outro colega. Houve uma série de protestos, em Moscovo, pela sua libertação.

"O protesto solitário é uma ação legal e acordada e temos de continuar a fazê-lo. Mas também temos de nos recordar desta decisão, de que os protestos solitários têm de ser acordados com as autoridades moscovitas. É uma decisão estranha. Vamos ter uma audiência de recurso na segunda-feira, que pode não confirmar esta decisão. Na minha opinião, esta é uma decisão absurda", afirmou o jornalista Ilya Azar.

Pelo menos 77 pessoas, entre elas jornalistas e ativistas, foram também detidas em Moscovo e São Petersburgo por terem protestado individualmente contra a detenção de Ilya Azar.