EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Áustria reabre estâncias de esqui

Áustria reabre estâncias de esqui
Direitos de autor Euronews
Direitos de autor Euronews
De  Johannes Pleschberger
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Mesmo nos meses mais quentes, há locais a grande altitude com neve onde é possível esquiar.

PUBLICIDADE

Muitos austríacos estão de volta às pistas de esqui. Com a nova flexibilização das restrições ligadas ao coronavírus, as estâncias de esqui de Verão são autorizadas a retomar as operações. É o caso do Glaciar de Mölltal, a 3000 metros de altitude.

Todas as pistas de esqui austríacas tiveram de encerrar em meados de março, depois da estância tirolesa de Ischgl se ter tornado o centro de um surto de COVID-19. Agora o desporto nacional austríaco está de novo em ação, mas com medidas de segurança reforçadas:

"O distanciamento físico no funicular é praticamente impossível, é difícil em locais tão apertados, mas as pessoas usam máscaras e nas pistas não há problema com a distância", diz uma visitante.

Para tentar manter as distâncias, o número de passageiros em cada transporte foi reduzido, não só no funicular, mas também nos teleféricos e telecadeiras.

Diz Markus Lerch, oficial de segurança distrital: "Na zona das bilheteiras há medidas de distanciamento, distribuidores de desinfetantes e zonas de espera onde as pessoas podem e devem manter a distância de um metro. Têm de usar uma proteção adequada da boca e do nariz. O mesmo se aplica ao transporte na montanha. Todos os empregados controlam estas regras".

No Verão, não só os atletas amadores, mas também as equipas nacionais utilizam o glaciar Mölltal. O director-geral Max Gottfried está satisfeito com a recente abertura da fronteira austríaca - o que significa que os turistas estrangeiros também podem vir até estas pistas. Diz: "É muito importante, porque temos, sobretudo no verão, mais de 50% de hóspedes estrangeiros".Vamos ver se as relativamente pequenas estâncias de esqui de verão nos podem oferecer uma amostra do que a próxima estação de inverno tem reservado". Mas uma coisa é certa: o Governo austríaco vai querer evitar as manchetes internacionais sobre outra crise sanitária originada nas estâncias de esqui".

Nome do jornalista • Ricardo Figueira

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Inverno invulgarmente quente deixa parte da Áustria sem neve

Europa regista temperaturas cada vez mais extremas

Frio extremo nos Estados Unidos faz pelo menos 91 mortos