Última hora
This content is not available in your region

Fronteiras abrem no espaço Schengen

euronews_icons_loading
Fronteiras abrem no espaço Schengen
Direitos de autor  JAIME REINA/AFP or licensors
Tamanho do texto Aa Aa

Muitas fronteiras europeias reabriram novamente depois de três meses de fortes restrições. De madrugada, os controlos fronteiriços foram levantados em França, na Alemanha, na Suíça e na Holanda e outros países.

Uma movimentação depois de Itália já o ter feito à duas semanas.

Mas esta reabertura aplica-se a apenas cidadãos de países do espaço Schengen e de poucas outras nações.

Nos aeroportos, como o de Munique, está tudo preparado para manter o vírus à distância.

"Toda a gente vai poder fazer o que fazia antes como o check-in, receber o cartão de embarque, identificar bagagens e pedir informações. O processo no aeroporto foi estabelecido para minimizar os pontos de contacto e há desinfeção suplementar", diz o vice-presidente regional da Associação Internacional de Transportes Aéreos, Rafael Schvartzman.

Para muitos alemães, o principal destino é para já as regiões insulares espanholas que ensaiam medidas de segurança antes da reabertura gradual das fronteiras no resto do país dentro de uma semana.

"Estamos muitos satisfeitos pelo facto de podermos ir até Maiorca porque esteve limitado durante muito tempo. E estamos a ter as nossas férias agora e simplesmente não podemos adiar. E ficar na Alemanha não era opção. E sim, estamos muito satisfeitos por podermos sair do país", diz um turista alemão, à beira de entrar no avião.

A Grécia começou a segunda de três fases para o regresso gradual do turismo internacional, uma das principais fontes de receitas do país. Testes e quarentenas estão ainda previstos para algumas pessoas, de acordo com a proveniência.