Última hora
This content is not available in your region

Sábado de Protestos em Berlim

euronews_icons_loading
Sábado de Protestos em Berlim
Tamanho do texto Aa Aa

Em Berlim, mais de mil pessoas manifestaram-se contra o racismo. Um protesto, cumprindo as regras de distanciamento social, no âmbito da onda mundial de manifestações contra o preconceito, a discriminação racial e a violência por parte da polícia, após o assassinato por um polícia, nos EUA, de um afro-americano George Floyd.

Uma manifestante afirmava que "existem estruturas extremistas de direita, óbvias, na polícia, o que é um grande problema. Também temos pessoas que morreram como resultado da violência policial, mesmo na Alemanha, não apenas nos Estados Unidos. Este é também um problema alemão. É por isso que é importante esta manifestação".

Ao mesmo tempo, mais de 3.000 pessoas marchavam também na capital alemã contra a discriminação dos gays, lésbicas e transexuais. Uma forma de trazer para as ruas a marcha do orgulho gay, depois de ser cancelada a Berlin Pride prevista para 25 de julho, devido à Pandemia de Covid-19.