EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Jornada de protestos antirracistas

Trafalgar Square, Londres
Trafalgar Square, Londres Direitos de autor Alberto Pezzali/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved
Direitos de autor Alberto Pezzali/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Do Reino Unido a França, passando pelos Estados Unidos, várias manifestações antirracistas voltaram a decorrer em torno de estátuas polémicas.

PUBLICIDADE

Não foram as restrições sanitárias que vigoram no Reino Unido a impedir protestos antirracistas pelo quarto fim de semana consecutivo. Com sucessivos apelos ao distanciamento entre participantes, de Londres a Manchester, passando por Glasgow, sucederam-se manifestações pelo confronto com o presente e o passado.

Em Edimburgo, exigiu-se mais uma vez a retirada do espaço público da estátua de uma figura ligada ao esclavagismo, no caso Henry Dundas.

Enquanto muitos manifestantes continuem a ajoelhar-se, num gesto que se tornou símbolo da mobilização antirracista, o ministro dos Negócios Estrangeiros britânico lançou uma polémica por causa disso mesmo. Para Dominic Raab, esse gesto representa uma atitude de "subjugação", com "uma conotação feudal". No entanto, o governante disse também compreender que não é essa a intenção do movimento Black Lives Matter e que o que é necessário agora é "mostrar solidariedade".

Em França, a cidade de Lille assistiu a um ajuntamento em torno da estátua do general Louis Faidherbe, nome histórico associado à violência do colonialismo. Rapidamente, alguns ativistas de extrema-direita vieram gritar: "estamos em nossa casa".

Nos Estados Unidos, em São Francisco, duas figuras foram derrubadas: a de Francis Scott Key, autor do hino americano e defensor de proprietários de escravos, assim como a do frade franciscano Junípero Serra, considerado um símbolo do colonialismo europeu sobre os povos indígenas americanos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Sábado de Protestos em Berlim

Forças de segurança realizam operações na capital da Nova Caledónia para controlar onda de violência

William apareceu sem Kate na "Garden Party" de verão do Palácio de Buckingham