Última hora
This content is not available in your region

Turistas trocam avião por carro

euronews_icons_loading
Turistas trocam avião por carro
Tamanho do texto Aa Aa

Depois de três meses isolados, os países da Europa reabrem pouco a pouco as fronteiras. E na Grécia, a tendência é recuperar um hábito antigo: as viagens de carro.

Symela Touchtidou, jornalista da Euronews, explica que até ao dia 1 de julho a fronteira de Promachonas é a única passagem aberta aos viajantes no Norte da Grécia. Ali, chegam todos os dias milhares de turistas dos estados-membros da União Europeia e da Sérvia. As autoridades gregas realizam testes aleatórios para a Covid-19 e já detetaram vários positivos para o novo coronavírus.

A espera para atravessar a fronteira pode demorar muito tempo mas a maioria dos turistas não desanima. A família de Marko fez nove horas de caminho desde a Sérvia. Estiveram algum tempo na dúvida se deviam ou não viajar. Mas decidiram que era melhor não perder a oportunidade. Tinham receio porque podiam ficar retidos na fronteira, mas correu tudo bem.

As viagens de carro desde a Europa do Norte e Central para a península grega de Halkidiki eram muito populares na década de 1980. A pandemia voltou a colocá-las nos planos dos turistas porque muitos têm medo de apanhar aviões, comboios ou autocarros.

Ioannis Koufidis, Presidente do Sindicato Empresarial de Halkidiki sublinha que, atualmente, as viagens rodoviárias são muito mais fáceis do que no passado porque os acessos foram modernizados e é seguro viajar com mais velocidade.

As fronteiras gregas com a Macedónia do Norte e com a Albânia reabrem na próxima quarta-feira.