Última hora
This content is not available in your region

Ólafur Elíasson no Guggenheim de Bilbau

euronews_icons_loading
Ólafur Elíasson no Guggenheim de Bilbau
Direitos de autor  Frank Augstein/Copyright 2019 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

Depois do Tate Modern de Londres, outro grande museu europeu, o Guggenheim, de Bilbau, recebe uma retrospetiva de Olafur Eliasson. Três décadas de trabalho exibidas neste museu espanhol.

A curadora da mostra, Lucía Agirre, explica que "In Real Life" é uma exposição com obras que vão dos anos 90 até à mais recente feita, especialmente, para este evento. "Através das suas obras, o artista convida-nos a ser coprodutores do seu trabalho e a pensar sobre o mundo que está à nossa volta, pensar e participar nesse mundo de uma maneira diferente", esclarece.

A exposição leva o visitante numa viagem através de experiências sensoriais, projeções. Instalações que recriam o mundo em que vivemos, como um arco-íris artificial, a neblina ou a chuva.

O artista explica as relações entre o ser humano e aquilo a que chamamos de natureza está muito presente no se trabalho, desde sempre, essa está no seu coração. "Mas eu concentro-me muito na experiência da natureza e se podemos falar sobre cultura ou natureza e nas suas formas tradicional. Tento questionar se precisamos recalibrar, reenquadrar os nossos relacionamentos em relação ao que chamamos normalmente de natureza".

O impacto do homem na natureza, no Guggenheim de Bilbao, até abril de 2021.