Última hora
This content is not available in your region

Matteo Salvini contra lei que pune homofobia

Matteo Salvini contra lei que pune homofobia
Direitos de autor  Riccardo De Luca/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved.
Tamanho do texto Aa Aa

Dividida quanto à melhor forma de sair da crise e qual o papel a desempenhar por Bruxelas, a oposição italiana saiu para a rua para mostrar que continua unida. Liga, Irmãos de Itália e Força Itália, os três partidos da coligação de centro-direita, organizaram um comício no coração de Roma e entre as palavras de ordem contra o governo, Matteo Salvini trouxe para a discussão a proposta de lei para punir os crimes de ódio contra as minorias sexuais.

Para o líder da Liga, "todos têm o direito a viver a vida como querem" mas não podem impor uma "lei que só vem silenciar quem respeita as escolhas de vida mas ao mesmo tempo quer dizer ao mundo que uma criança precisa de uma mãe e de um pai".

Apesar da ameaça da pandemia, o comício contou com cerca de quatro mil pessoas e a organização garante que o distanciamento social foi respeitado. Para os participantes, a prioridade passa por sair da crise. Para esta mulher, "em primeiro lugar, é preciso voltar ao trabalho" mas também precisam de garantias e escola para as crianças, tudo o que tem vindo a ser prometido por esta coligação.

Apesar das promessas da oposição, o futuro do país, pelo menos o futuro imediato, está nas mãos de Giuseppe Conte. Ao mesmo tempo que a oposição se manifestava, o primeiro-ministro participava num comício sindical.