Última hora
This content is not available in your region

"Porta de Banksy" devolvida a França

euronews_icons_loading
"Porta de Banksy" devolvida a França
Direitos de autor  Andrea Rosa/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

A "porta de Banksy" foi porta do Bataclan, em Paris, até ao ano passado. Em 2018, a figura de uma mulher de cabeça baixa e expressão de sofrimento apareceu pintada pelo célebre artista. Rapidamente se tornou um memorial às vítimas do atentado que naquela sala de espétaculos matou 90 pessoas em 2015.

A porta tinha sido roubada e foi há pouco tempo encontrada em Itália, numa quinta nos arredores de Roma.

"Esta porta testemunhou o atentado, o massacre. Foi também por esta porta, que era uma saída de emergência, que muitos conseguiram escapar. Graças a esta porta, muitas vidas foram salvas. Infelizmente, 90 pessoas morreram neste atentado," sublinhou Christian Masset, o Embaixador de França em Roma, na cerimónia que marcou a devolução da obra.

View this post on Instagram

. Fire door, Bataclan

A post shared by Banksy (@banksy) on

A "porta de Banksy" estar em exposição no Palácio Farnèse, sede da Embaixada de França em Itália, mas deconhece-se qual será o destino final da obra. Seis pessoas foram já detidas suspeitas de ligação ao roubo.