Última hora
This content is not available in your region

Ursos-polares podem ser extintos até 2100

euronews_icons_loading
Ursos-polares podem ser extintos até 2100
Direitos de autor  Ronald Zak/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved.
Tamanho do texto Aa Aa

O ritmo das alterações climáticas poderá precipitar, até 2100, a extinção dos ursos-polares. O alerta, preocupante, consta de um estudo publicado esta segunda-feira pela revista científica "Nature Climate Change."

De acordo com os autores do mesmo num cenário mais favorável, a extinção dos animais emblemáticos do Ártico será apenas adiada, mas jamais impedida.

O estudo sublinha que se as emissões de gases com efeito estufa continuarem à velocidade atual, o declínio na reprodução e sobrevivência comprometerá a permanência de quase todas as subpopulações.

Os ursos-polares terão cada vez mais incapacidade de se alimentar quando as calotas de gelo, onde caçam focas vitais para a sobrevivência, desaparecerem no oceano. Um cenário apocalíptico que forçará os animais famintos a procurar alimento longe do seu território, perto de áreas habitadas.