Última hora
This content is not available in your region

Espanha quer que Reino Unido retire o país da lista vermelha

euronews_icons_loading
Espanha quer que Reino Unido retire o país da lista vermelha
Direitos de autor  Joan Mateu/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved.
Tamanho do texto Aa Aa

Espanha está a lutar por rerguer a economia ligada ao turismo depois do Reino Unido ter colocado o país na lista vermelha. Ou seja, quem regressa de território espanhol, tem de obrigatoriamente fazer uma quarentena de 14 dias.

A medida chega como um abanão económico para regiões turísticas como Canárias e Ilhas Baleares, que recebem milhares de turistas britânicos por ano, e, com esta decisão, arriscam não vir a fazê-lo, pelo menos este ano.

O ministério espanhol dos Negócios Estrangeiros não concorda com a medida, insiste que os turistas estão seguros e diz que os esforços agora passam por garantir que as autoridades britânicas retirem as Ilhas Baleares e as Canárias da lista vermelha.

"Ambos os territórios insulares estão altamente controlados", admitiu Arancha Gonzalez Laya- "Atendendo aos dados epidemiológicos nas Ilhas Baleares e Canárias, estão muito abaixo dos dados epidemiológicosregistados no Reino Unido", concluiu a ministra.

A Tui, a maior operadora turística do Reino Unido, já cancelou todos os vôos para a Espanha continental até 9 de agosto. A mudança repentina apanhou desprevenidos muitos viajantes que regressavam de Espanha.

Mas o Reino Unido não foi o único a tomar uma decisão do género, a Noruega também aplica quarentena obrigatória a quem chega ao território.

França e a Bélgica recomendam aos viajantes que fiquem dentro do país e abandonem os planos de passar as férias de verão fora.