Última hora
This content is not available in your region

Covid-19 obriga ao reforço do controlo nos aeroportos franceses

euronews_icons_loading
Covid-19 obriga ao reforço do controlo nos aeroportos franceses
Direitos de autor  AFP
Tamanho do texto Aa Aa

Controlo mais apertados nos aeroportos de França. Quem entrar no país por via aérea oriundo de 16 países de alto risco de Covid-19 é obrigado a mostrar um atestado ou a submeter-se a um teste.

Entre os 16 países considerados de risco estão o Brasil, Estados Unidos, Argélia, Sérvia, Turquia, Índia e África do Sul,

"É apenas uma lista limitada de países onde consideramos que o vírus tem estado a circular bastante. Essas pessoas têm que ter um atestado médico com menos de três dias. Isso é apenas para as pessoas que têm o direito de regressar ao território nacional. Não diz respeito a todos os viajantes, uma vez que a fronteiras com estes países ainda estão encerradas. Por isso, basicamente, são cidadãos franceses mas também viajantes que têm motivos de força maior para se deslocar", diz Nicolas Péju, diretor-adjunto da Agência Regional de Saúde da Ile-de-France.

Cerca de dois mil e seiscentos passageiros chegaram desses países no sábado, 556 foram testados.

Em pleno verão e para evitar uma segunda onda pandémica, muitas cidades francesas estão a endurecer as restrições como a obrigatoriedade de usar máscara em locais públicos.

Já acontece em Le Touquet e está a ser preparado em zonas de Lille e outras 60 cidades do departamento de Mayenne.