Última hora
This content is not available in your region

Grécia reabre principais aeroportos

euronews_icons_loading
Grécia reabre principais aeroportos
Direitos de autor  Derek Gatopoulos/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved.
Tamanho do texto Aa Aa

Depois de meses de confinamento, a Grécia reabriu os principais aeroportos. O país começa a receber mais voos internacionais para reiniciar o setor do turismo que emprega, aproximadamente, 700 mil pessoas e representa cerca de 20% do PIB.

Os turistas que chegam de aeroportos considerados de alto risco terão de efetuar o teste da Covid-19 e de cumprir um período de quarentena de 14 dias. Mantêm-se as restrições para passageiros do Reino Unido e da Turquia e chegadas de outros destinos poderão ser submetidas a testes aleatórios.

A Grécia espera que o sucesso das medidas de contenção durante a pandemia conquiste a confiança dos turistas. Ao mesmo tempo, existem muitas preocupações em tornos dos riscos. Governo e autoridades de saúde alertam para pequenos bloqueios, caso sejam detetadas concentrações de casos de Covid-19.

Há voos muito cheios e outros nem tanto, não queremos dias tranquilos, queremos dias seguros e poder servir as pessoas corretamente.
Dimitra Papadopoulou
Diretora de Marketing e Comunicação - Aeroporto Internacional de Atenas

Perto de 33 milhões de turistas visitaram a Grécia em 2019, gerando receitas no valor de 19 mil milhões de euros, mas este verão é muito diferente e o objetivo para a maior parte dos empresários hoteleiros é cobrir as perdas.

Não foi um dia agitado no aeroporto de Atenas. Muitos dos passageiros com quem conversámos têm casas de férias na Grécia e estão aqui para passar o verão inteiro. Profissionais do turismo ainda estão muito preocupados e dizem que não podem fazer previsões para este verão, porque a situação muda rapidamente de um dia para o outro.
FAY DOULGKERI
euronews