Última hora
This content is not available in your region

Detenção de governador gera manifestações na Rússia

euronews_icons_loading
Detenção de governador gera manifestações na Rússia
Direitos de autor  AFP
Tamanho do texto Aa Aa

Milhares de pessoas marcharam, este sábado, pela cidade de Khabarovsk, no extremo oriente da Rússia. Pelo quinto fim-de-semana consecutivo, protestam contra a prisão do governador regional Sergei Furgal.

O político foi detido a 9 de julho, acusado de homicídios alegadamente cometidos em meados da década de 2000, e será julgado longe da cidade de residência.

Furgal venceu as eleições regionais em 2018, contra o candidato apoiado por Putin. Para os manifestantes, os motivos por trás da detenção do governador são políticos, devido à sua popularidade, e acusam o Kremlin de injustiça.

Evgeny Savinov compareceu à manifestação deste sábado e reclama que "as autoridades não têm o direito de ditar ordens ilegais ao povo".

Para Marina Vertkova, outra participante nos protestos, são precisas "ações, não apenas de palavras vazias, devem ser tomadas medidas. Antes de mais, deve haver um julgamento justo em Khabarovsk e deve haver pelo menos alguma resposta" por parte de Moscovo, reclama, lamentando a inoperância e injustiça das autoridades.

Várias cidades têm demonstrado o apoio a Khabarovsk, através de pequenas manifestações.

Em Moscovo, vários ativistas apelam a um protesto nacional com data prevista para 15 de agosto.