Última hora
This content is not available in your region

Coronavírus já infetou 20 milhões de pessoas

euronews_icons_loading
Coronavírus já infetou 20 milhões de pessoas
Direitos de autor  /Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

20 milhões de infetados com o novo coronavírus em todo o mundo. Foi essa a marca atingida esta segunda-feira, segundo a contagem feita pela universidade norte-americana Johns Hopkins, numa altura em que cresce o número global de infeções, devido sobretudo aos casos na América Latina e na Ásia.

Na Europa, mesmo longe dos números do pico da pandemia em março e abril, há vários focos a causar preocupação. Para a Organização Mundial de Saúde (OMS), é preciso manter a pressão sobre o vírus.

Diz Michael Ryan, diretor do programa de emergências da OMS: "Se deixamos de pressionar, o vírus volta a crescer. É essa a nossa mensagem à Europa. Continuar a pressionar o vírus. Como disse o diretor-geral, suprimir, suprimir, suprimir".

A OMS lembra também a necessidade de continuar a testar a população de forma intensiva. Prova dessa necessidade, o foco de infeções num grupo de trabalhadores sazonais em Albacete, em Espanha. Todos os 19 infetados estavam assintomáticos.

O número global de mortes já atingiu quase 750 mil desde que a pandemia começou.