Última hora
This content is not available in your region

Bolsonaro diz que incêndios na Amazónia são "mentira"

euronews_icons_loading
Zona incendiada na Amazónia
Zona incendiada na Amazónia   -   Direitos de autor  Edmar Barros/Ap Photo/Edmar Barros
Tamanho do texto Aa Aa

A Amazónia é uma região húmida e as notícias da intensificação dos incêndios no "pulmão" do planeta são uma "mentira": a reação do presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, é de negar a realidade, apesar dos dados oficiais, que apontam para mais de dez mil focos de incêndio na floresta amazónica desde o início do mês de Agosto.

Por ser floresta húmida [...] não pega fogo. Então, essa história de que a Amazónia arde em fogo é uma mentira e nós devemos combater isso com números verdadeiros, e é o que estamos fazendo aqui no Brasil.
Jair Bolsonaro
presidente do Brasil

A declaração de Bolsonaro foi feita num encontro de líderes da América do Sul, esta terça-feira, destinado a debater a preservação do meio ambiente.

Mas os números contradizem o presidente brasileiro: segundo os dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais do Brasil, no espaço de um ano - entre agosto de 2019 e julho de 2020 -, registou-se um aumento de 34 por cento na destruição da floresta amazónica, em relação aos 12 meses anteriores.

Os dados do INPE apontam também para um aumento de 17 por cento no número de incêndios.