Última hora
This content is not available in your region

Pandemia afeta emprego e educação dos jovens

euronews_icons_loading
Emprego posto em risco pela Covid-19
Emprego posto em risco pela Covid-19   -   Direitos de autor  Euronews
Tamanho do texto Aa Aa

Os jovens de todo o mundo enfrentam uma perspetiva muito difícil por culpa da pandemia e dos efeitos que está a ter na educação e no mercado de emprego, segundo o último relatório da Organização Internacional do Trabalho.

Segundo este relatório, as perspetivas de carreira de pessoas com idades compreendidas entre os 18 e os 29 anos estão a ser atingidas pela pandemia de Covid-19. Também os estudantes enfrentam uma "perspectiva sombria".

De 12.000 jovens entrevistados em 122 países:

  • 13% não têm acesso a cursos, ensino ou formação
  • 17%, que estavam empregados antes da pandemia, estão agora sem trabalho.
  • Outros 17% foram "provavelmente afetados" pela ansiedade e depressão.

Diz Susana Puerto González, especialista em investigação e emprego de jovens da OIT: "65% dos jovens estudantes relatam ter aprendido menos desde o início do vírus. 51% deles acreditam que a educação pode ser atrasada e 9% temem poder ficar sem educação. No que respeita ao emprego, o relatório mostra que um em cada seis jovens deixou de trabalhar desde o aparecimento do vírus. Estas perdas de emprego afetam particularmente os jovens mais jovens e os que trabalham na ajuda básica, nos serviços, nas vendas e nos trabalhos manuais".

A OIT diz que são necessárias respostas políticas de emprego em grande escala e direcionadas para proteger toda esta geração de jovens cujas perspetivas de emprego podem ficar permanentemente marcadas pela crise.