Última hora
This content is not available in your region

Parlamentares libaneses reforçam poderes dos militares

euronews_icons_loading
Parlamentares libaneses reforçam poderes dos militares
Direitos de autor  AFP
Tamanho do texto Aa Aa

Os parlamentares libaneses reuniram-se esta quinta-feira pela primeira vez desde a enorme explosão que destruiu partes da cidade e porto de Beirute.

O encontro teve lugar no palácio da UNESCO em vez de no parlamento devido aos protestos.

O estado de emergência foi prolongado por mais duas semanas no país o que confere aos militares mais poderes para suprimir os protestos da população.

"O estado de emergência na capital, Beirute, foi prolongado por mais um mês devido à situação de saúde que se vive no terreno", afirmou o ministro da Saúde libanês, Hamad Hassan.

A decisão foi criticada por grupos de direitos humanos que dizem que o governo já estava a operar com poderes acrescidos devido à pandemia.

Entretanto, várias empresas de navegação afirmam que as operações estão a regressar ao normal. O porto de Tripoli substituiu o porto de Beirute.

O auxílio prometido pela França também já está a caminho prevendo-se a chegada na sexta-feira. O porta-helicópteros e navio-hospital Tonnerre transporta 200 toneladas de farinha entre outros produtos de primeira necessidade assim como água e 134 toneladas de rações alimentares.

A ministra francesa da defesa, Florence Parly deslocou-se a Beirute para uma visita de dois dias e estará presente à chegada da embarcação com auxílio.