EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Exames a Alexei Navalny revelam presença de Novichok

Líder da oposição na Rússia adoeceu num voo de regresso da Sibéria para Moscovo
Líder da oposição na Rússia adoeceu num voo de regresso da Sibéria para Moscovo Direitos de autor AP Photo/Pavel Golovkin, Arquivo
Direitos de autor AP Photo/Pavel Golovkin, Arquivo
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Porta-voz do governo germânico sugere que o líder da oposição a Vladimir Putin terá sido envenenado com substância usada na produção de armas químicas

PUBLICIDADE

O governo alemão anunciou esta quarta-feira que os testes realizados a partir de amostras do líder russo da oposição, Alexei Navalny, sugerem a presença do agente químico Novichok.

Segundo declarações de  Steffen Seibert, porta-voz da Chanceler Angela Merkel, os testes realizados num laboratório militar alemão haviam demonstrado a presença de um agente químico do grupo Novichok.

Este agente químico foi igualmente utilizado na tentativa de envenenamento do antigo espião russo Sergei Skripal e da sua filha na Grã-Bretanha em 2018.

O porta-voz do governo alemão adiantou que iria informar os países da União Europeia e da NATO sobre os resultados dos testes e discutir uma resposta conjunta apropriada.

O Kremlin já havia antes rejeitado as acusações de envolvimento no caso descrevendo-as como "ruído vazio".

Alexey Navalny, o líder da oposição na Rússia, adoeceu a 20 de agosto durante um voo da Sibéria para Moscovo.

Navalny está internado e em tratamento na Alemanha, para onde foi transferido em coma.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

UE e NATO querem investigação ao envenenamento de Navalny

Kremlin critica "pressa" da Alemanha no caso Navalny

Chegada da seleção portuguesa deixa centenas em euforia e até houve rancho folclórico