Última hora
This content is not available in your region

Cripta da catedral de Notre-Dame reabre ao público

euronews_icons_loading
Paris, France
Paris, France   -   Direitos de autor  Michel Euler/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

A cripta da catedral de Notre-Dame de Paris reabriu ao público com uma exposição dedicada ao escritor Victor Hugo e ao arquiteto Eugene Viollet-Le-Duc. Trata-se de um dos espaços do emblemático monumento religiosos que não foi atingido pelo devastador incêndio de 15 de abril de 2019, mas que acabou por ser afetado pela chuva de cinzas tóxicas, o que levou à necessidade de descontaminação.

A exposição homenageia o famoso romance de Victor Hugo "O Corcunda de Notre-Dame", de 1831, e o arquiteto que liderou a restauração da catedral alguns anos depois.

Anne de Moudenard, curadora-chefe da exposição explica que "na época o edifício estava num estado de degradação e o próprio Victor Hugo preocupava-se com o estado deste património histórico. Por isso, ele lançou uma guerra luta contra os 'demolidores', aqueles que queriam colocar as mãos em prédios antigos para transformá-los. E o seu romance contribuiu para tornar esta catedral num monumento nacional".

A nave central do edifício continuará encerrada por tempo indeterminando já a exposição está aberta ao público até ao final de 2022.