Última hora
This content is not available in your region

Exército e Polícia mobilizados para combater coronavírus em Madrid

euronews_icons_loading
Polícia em posto de controlo em Madrid
Polícia em posto de controlo em Madrid   -   Direitos de autor  Manu Fernandez/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved.
Tamanho do texto Aa Aa

Face à expansão descontrolada da pandemia de coronavírus, as autoridades locais de Madrid lançaram um apelo a uma intervenção urgente e o governo espanhol respondeu: a partir da próxima segunda-feira, elementos do Exército, da Polícia e da Guarda Civil estarão mobilizados para instalar tendas, realizar testes, efetuar trabalhos de desinfeção e controlar o respeito das restrições na capital espanhola.

Esta quinta-feira, o ministro da Educação Salvador Illa e a responsável da Saúde, Isabel Celáa, reagiram às quase três mil quarentenas decretadas desde a abertura do ano escolar.

Salvador Illa, ministro espanhol da Educação:"Está provado que os centros educativos não são atualmente locais de contágio. Sim, há casos detetados, mas são resultado da área onde a escola está localizada."

Isabel Celaá, ministra espanhola da Saúde:"Quero destacar que os estabelecimentos de ensino abriram e que, em 95,5% deles não há incidentes relacionados com a Covid-19. O objetivo é manter os estabelecimentos abertos e obter um máximo de presença nas aulas."

A ministra da Saúde admitiu que Madrid enfrentará ainda "tempos duros", mas reafirmou a determinação em parar os contágios.

Esta sexta-feira o governo local deverá anunciar novas medidas que se vêm adicionar às já pesadas restrições recentementes impostas numa grande parte da cidade, mas continua a rejeitar reimpor um confinamento na capital espanhola.