EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Bayern vence Supertaça Europeia em Budapeste

Bayern vence Supertaça Europeia em Budapeste
Direitos de autor AP Photo
Direitos de autor AP Photo
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O Bayern de Munique venceu a Supertaça Europeia, com 15 mil espetadores nas bancadas da Arena Puskas, em Budapeste. Um jogo de teste para a UEFA

PUBLICIDADE

O Bayern de Munique ganhou a Supertaça Europeia, ao vencer o Sevilha, no prolongamento, por 2-1.

Os espanhóis, que venceram a Liga Europa, assumiram a liderança com um penalty de Ocampos, mas Goretzka logo igualou para os bávaros. O golo que separou as equipas foi uma forte cabeçada do médio Javi Martínez, aos 104 minutos.

O interesse do jogo não era apenas o futebol. Este foi o primeiro jogo internacional de futebol na Europa com espetadores, desde o início dos confinamentos por causa da pandemia.

O correspondente da Euronews, Ádám Magyar, relata:

"Há uma enorme multidão em frente da Arena Puskas. Durante seis meses, não houve nenhum jogo de futebol internacional a que os espetadores pudessem assistir. Era muito importante para o governo húngaro receber uma final internacional da taça no novíssimo estádio e a UEFA queria um jogo de teste com espetadores. Nem o aumento das taxas de infeção na Hungria, alterou os planos".

Foi autorizada a presença de 20 mil pessoas no estádio, mas estiveram pouco mais de 15 mil. Dos 3 mil bilhetes disponibilizados na Alemanha, só viajaram 1200 adeptos.

As medidas eram estritas e nem todos estavam contentes com elas:

Um alemão afirmava: "Não há coronavírus. Isto é apenas uma gripe como as que temos todos os anos".

Houve mesmo adeptos do Bayern vindos do Quénia, mas mais conscientes dos riscos: "Isto é real. É verdade e as pessoas estão a ser afetadas. Mas isso não poderia impedir o nosso espírito de vir apoiar a nossa equipa, porque é a nossa única oportunidade".

As consequências do jogo só serão conhecidas daqui a algumas semanas. Depois de examinar os efeitos, a UEFA decidirá se vai permitir a presença de adeptos nos estádios nos jogos da Liga dos Campeões.

Na Arena Puskas de Budapeste está prevista uma nova final em 2023.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Cheias fazem cinco mortos na Alemanha, Áustria fecha Danúbio à navegação devido à subida das águas

Televisão pública húngara emite debate político pela primeira vez em 18 anos

Na Hungria, uma nova oposição liderada por Péter Magyar desafia Viktor Orbán