Última hora
This content is not available in your region

Bayern vence Supertaça Europeia em Budapeste

euronews_icons_loading
Bayern vence Supertaça Europeia em Budapeste
Direitos de autor  AP Photo
Tamanho do texto Aa Aa

O Bayern de Munique ganhou a Supertaça Europeia, ao vencer o Sevilha, no prolongamento, por 2-1.

Os espanhóis, que venceram a Liga Europa, assumiram a liderança com um penalty de Ocampos, mas Goretzka logo igualou para os bávaros. O golo que separou as equipas foi uma forte cabeçada do médio Javi Martínez, aos 104 minutos.

O interesse do jogo não era apenas o futebol. Este foi o primeiro jogo internacional de futebol na Europa com espetadores, desde o início dos confinamentos por causa da pandemia.

O correspondente da Euronews, Ádám Magyar, relata:

"Há uma enorme multidão em frente da Arena Puskas. Durante seis meses, não houve nenhum jogo de futebol internacional a que os espetadores pudessem assistir. Era muito importante para o governo húngaro receber uma final internacional da taça no novíssimo estádio e a UEFA queria um jogo de teste com espetadores. Nem o aumento das taxas de infeção na Hungria, alterou os planos".

Foi autorizada a presença de 20 mil pessoas no estádio, mas estiveram pouco mais de 15 mil. Dos 3 mil bilhetes disponibilizados na Alemanha, só viajaram 1200 adeptos.

As medidas eram estritas e nem todos estavam contentes com elas:

Um alemão afirmava: "Não há coronavírus. Isto é apenas uma gripe como as que temos todos os anos".

Houve mesmo adeptos do Bayern vindos do Quénia, mas mais conscientes dos riscos: "Isto é real. É verdade e as pessoas estão a ser afetadas. Mas isso não poderia impedir o nosso espírito de vir apoiar a nossa equipa, porque é a nossa única oportunidade".

As consequências do jogo só serão conhecidas daqui a algumas semanas. Depois de examinar os efeitos, a UEFA decidirá se vai permitir a presença de adeptos nos estádios nos jogos da Liga dos Campeões.

Na Arena Puskas de Budapeste está prevista uma nova final em 2023.