Última hora
This content is not available in your region

Última refém francesa no mundo é libertada

euronews_icons_loading
Última refém francesa no mundo é libertada
Direitos de autor  STRINGER/AFP or licensors
Tamanho do texto Aa Aa

Sophie Pétronin foi libertada esta noite.

Considerada a última refém francesa no mundo, a funcionária de uma organização humanitária no Mali foi libertada depois de ter sido sequestrada por grupos extremistas islâmicos, em 2016.

A gaulesa de 75 anos garantiu que voltará, em breve, a Gao, no norte do Mali para se assegurar que a organização de ajuda às crianças que dirigia, continua a funcionar corretamente.

Pétronin afirmou que já passaram quase quatro anos desde que viu como os programas se estão a desenrolar, mas o financiamento continua. O filho assumiu o seu lugar e por isso confia que está tudo bem. No entanto, a humanitarista quer ir lá e ver tudo com os próprios olhos pois assumiu um compromisso. Pétronin frisou que "se assumirem um compromisso, vão até ao fim do vosso compromisso, senão terão perdido a razão de estar nesta terra".

Na rede social Twitter, o presidente francês afirmou estar aliviado com a libertação de Sophie Pétronin. Emmanuel Macron garantiu que irá recebê-la quando chegar a França esta sexta-feira.

Além da francesa, foi também libertado o ex-ministro maliano, Soumaïla Cissé, sequestrado durante a campanha presidencial em março deste ano, em Tombuctu.