EventsEventosPodcast
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Angola perdeu 24 mil milhões de dólares sob anterior regime

João Lourenço (arquivo)
João Lourenço (arquivo) Direitos de autor Armando Franca/Copyright 2018 The Associated Press. All rights reserved
Direitos de autor Armando Franca/Copyright 2018 The Associated Press. All rights reserved
De  Rodrigo Barbosa com Lusa
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Valor é avançado pelo presidente João Lourenço em entrevista ao Wall Street Journal

PUBLICIDADE

O presidente de Angola, João Lourenço, afirma que o país sofreu prejuízos na ordem dos 24 mil milhões de dólares - cerca de 20 mil milhões de euros - sob a administração do antecessor José Eduardo dos Santos.

O valor foi avançado pelo chefe de Estado numa entrevista ao Wall Street Journal, destacada no "site" do próprio governo angolano, na qual João Lourenço explica que a maior fatia, 13,5 mil milhões de dólares foram desviados ilicitamente através de contratos fraudulentos com a petrolífera estatal Sonangol.

Duas vezes superior às reservas líquidas do país em divisa estrangeira, o número foi apurado, segundo o presidente angolano, através das investigações do Serviço Nacional de Recuperação de Activos da Procuradoria-Geral da República.

O Wall Street Journal destaca que o valor revelado por João Lourenço, que sucedeu em 2017 a José Eduardo dos Santos depois deste ter estado 37 anos no poder, não foi confirmado de forma independente, mas é "consistente com as somas substanciais" já apreendidas no último ano a Isabel e Filomeno dos Santos, os filhos do anterior presidente.

Editor de vídeo • Rodrigo Barbosa

Outras fontes • Wall Street Journal

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

João Lourenço 'vende' potencial angolano além do petróleo nos EUA

Cimeira da SADC: João Lourenço pede contribuições para o "reforço da integração regional”

África, Caraíbas e Pacífico reafirmam compromissos em Luanda