Última hora
This content is not available in your region

Governo português apresenta Orçamento de Estado

euronews_icons_loading
João Leão entrega Orçamento de Estado a Ferro Rodrigues
João Leão entrega Orçamento de Estado a Ferro Rodrigues   -   Direitos de autor  JOSÉ SENA GOULÃO/ 2020 LUSA - Agência de Notícias de Portugal, S.A.
Tamanho do texto Aa Aa

Em tempos de crise, um orçamento otimista. O governo português apresentou as linhas mestras para 2021, no primeiro orçamento de Estado com a assinatura do novo ministro das Finanças, João Leão. O documento prevê um crescimento de 5,4% da economia em 2021 e um reforço substancial do Serviço Nacional de Saúde, com a contratação de mais de quatro mil efetivos para fazer face à pandemia de covid-19.

O governo prevê ainda um aumento da receita fiscal sem qualquer aumento de impostos e garante que o orçamento irá deixar 550 milhões de euros nos bolsos das famílias portuguesas.

Duarte Cordeiro, Secretário de Estado, acredita que o orçamento responde ao que o país precisa e não vê nenhum motivo para que este venha a ser rejeitado.

Apesar da confiança, a ameaça de uma crise política é real e prosseguem as negociações com vários partidos para garantir que o documento é aprovado pelo Parlamento, quando for realizada a votação na generalidade no dia 28 de outubro.