Última hora
This content is not available in your region

Contestação no Chile volta às ruas

euronews_icons_loading
Contestação no Chile volta às ruas
Direitos de autor  مظاهرات
Tamanho do texto Aa Aa

Terminou em confrontos com a polícia, a manifestação desta sexta-feira em Santiago do Chile. Foi considerada a maior manifestação deste ano e acontece a dois dias do primeiro aniversário do início dos chamados protestos sociais no país.

Há um ano, a onda de contestação começou por ser por uma descida do preço dos transportes públicos, mas rapidamente se tornou mais abrangente.

Os manifestantes pedem a demissão do atual presidente Sebastien Piñera. Denunciam um clima de repressão e querem saber o que aconteceu aos "desaparecidos" desde 18 de outubro de 2019.

A manifestação acontece a dias de um dos mais importantes referendos da história recente do Chile. Uma consulta, marcada para 25 de outubro, para decicidir a alteração da Constituição que ainda é herança da ditadura de Augusto Pinochet.